Dedo machucado?

31 mar Dedo machucado?

Quem pratica artes marciais aprende uma coisa importante, uma lição que deve ser transportada a diversas situações de nossa vida: o que aprendemos com um dedo machucado.

Um chute durante uma luta… encontra o cotovelo do adversário e… pronto… um dedo machucado (luxado, quebrado ou torcido). E o que o artemarcialista faz? Desiste de lutar? Abandona a prática do esporte? NÃO.

Ele descobre que machucou o dedo do pé porque o chute foi mal aplicado, de forma imprecisa ou no momento errado. Analisa que talvez outro chute fosse mais eficaz e mais seguro, outro tipo de ataque, ou que seria melhor a esquiva ou a defesa ao invés do ataque naquela situação da luta. Ele aprende e volta à luta, aperfeiçoando suas habilidades para uma prática mais segura e eficiente.

E na luta da vida?

Às vezes nos machucamos durante nossa prática de viver, seja no trabalho ou no amor. E o que devemos fazer então? Fugir da luta, desistir de lutar? NÃO.

Devemos analisar a situação e descobrir porque nos machucamos. Talvez devêssemos lidar com a situação de forma diferente. Talvez outra ação tivesse sido mais eficaz, mais segura. Talvez devêssemos ter agido em outro momento, mais adequado. Talvez devêssemos ter recuado um pouco ao invés de atacar.

Enfim, existe uma lição a ser aprendida para podermos retornar à luta, fortalecidos com a sabedoria adquirida dos nossos “ferimentos”, mais preparados para as batalhas da vida, agindo de forma mais segura e eficiente, com mais alegria de viver!!!

Um forte abraço, com meus votos de Saúde e Sucesso, Sempre…

Fábio Marques



BrazilUSA